A rede de hiper e supermercados fez a doação de cerca de uma tonelada e meia entre alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza para a organização não governamental que está em sua vigésima quinta edição

Vídeo: http://vimeo.com/64668857 (sobre a 25ª expedição)

 

Na última sexta-feira, dia 26 de abril, os Expedicionários da Saúde (EDS), organização não governamental, que mantém uma sede na cidade de Manaus, seguiram em mais uma missão para levar atendimento médico especializado para população indígena de regiões isoladas da Amazônia. A rede DB apoia esta 25ª edição desta importante ação, que conta com profissionais da saúde de todo o Brasil.

 

 

Para esta expedição, a rede DB doou cerca de 1,5 toneladas  entre alimentos, produtos de limpeza e higiene. “O DB contribuiu com praticamente todo o material de limpeza e higiene, assim como alimentos necessários para atender toda a equipe e todos os pacientes durante o período desta expedição”, conta o gerente de marketing da rede DB, Guto Corbett.

 

 

Até 04 de maio, a equipe composta por 59 voluntários entre médicos, enfermeiros, profissionais de informática, entre outros atenderão a etnia Ticuna, população localizada nas áreas do Alto Solimões e do Vale do Javari, na Comunidade de Santa Inês. O local recebeu um Centro Hospitalar Móvel composto por três tendas cirúrgicas e outras três para pequenas cirurgias e atendimentos nas especialidades de: oftamologia, ginecologia e odontologia. 

 

Além da doação do DB e demais colaboradores, a 25ª expedição conta com ajuda do DSEI Solimões, em parceria também com a SESAI Tabatinga.

 

Sobre a EDS

Expedicionários da Saúde é uma organização brasileira sem fins lucrativos, criada em 2003 por um grupo de médicos voluntários dispostos a levar medicina especializada, principalmente atendimento cirúrgico, a regiões isoladas favorecendo populações indígenas. Trata-se de um serviço complementar aos programas existentes de atendimento à saúde indígena e visa evitar a necessidade de deslocamento, custoso e traumático, do doente e sua família até centros urbanos. O trabalho é viabilizado a partir de parcerias com atores e instituições locais para realização de diagnósticos e pré seleção de pacientes, planejamento das viagens da equipe de médicos e de utilização de nosso Centro Cirúrgico Móvel. Além do trabalho dos médicos voluntários, Expedicionários da Saúde conta com o apoio de outros profissionais que ajudam a viabilizar a instituição. A parceria com empresas na forma de doações financeiras, de serviços e de materiais é o que tem tornado o projeto viável.

 

Sobre a etnia Ticuna

Os Ticuna configuram o mais numeroso povo indígena na Amazônia brasileira. Com uma história marcada pela entrada violenta de seringueiros, pescadores e madeireiros na região do rio Solimões, foi somente nos anos 1990 que os Ticuna lograram o reconhecimento oficial da maioria de suas terras. Hoje enfrentam o desafio de garantir sua sustentabilidade econômica e ambiental, bem como qualificar as relações com a sociedade envolvente mantendo viva sua riquíssima cultura. Não por acaso, as máscaras, desenhos e pinturas desse povo ganharam repercussão internacional.